Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 31 de março de 2012

Desconheço o autor............


Alguns anos depois que nasci, meu pai conheceu um estranho, recém-chegado à nossa pequena cidade.
Desde o princípio, meu pai ficou fascinado com este encantador personagem, e em seguida o convidou a viver com nossa família.

O estranho aceitou e desde então tem estado conosco.

Enquanto eu crescia, nunca perguntei sobre seu lugar em minha família; na minha mente jovem já tinha um lugar muito especial.

Meus pais eram instrutores complementares:

Minha mãe me ensinou o que era bom e o que era mau e meu pai me ensinou a obedecer.

Mas o estranho era nosso narrador.

Mantinha-nos enfeitiçados por horas com aventuras, mistérios e comédias.


Ele sempre tinha respostas para qualquer coisa que quiséssemos saber de política, história ou ciência.

Conhecia tudo do passado, do presente e até podia predizer o futuro!

Levou minha família ao primeiro jogo de futebol.

Fazia-me rir, e me fazia chorar.


O estranho nunca parava de falar, mas o meu pai não se importava.

Às vezes, minha mãe se levantava cedo e calada, enquanto o resto de nós ficava escutando o que tinha que dizer, mas só ela ia à cozinha
para ter paz e tranquilidade. (Agora me pergunto se ela teria rezado alguma vez, para que o estranho fosse embora).

Meu pai dirigia nosso lar com certas convicções morais, mas o estranho nunca se sentia obrigado a honrá-las.

As blasfêmias, os palavrões, por exemplo, não eram permitidos em nossa casa… Nem por parte nossa, nem de nossos amigos ou de qualquer
um que nos visitasse. Entretanto, nosso visitante de longo prazo, usava sem problemas sua linguagem inapropriada que às vezes queimava meus ouvidos e que fazia meu pai se retorcer e minha mãe se ruborizar.
Meu pai nunca nos deu permissão para tomar álcool. Mas o estranho nos animou a tentá-lo e a fazê-lo regularmente.
Fez com que o cigarro parecesse fresco e inofensivo, e que os charutos e os cachimbos fossem distinguidos.
Falava livremente (talvez demasiado) sobre sexo. Seus comentários eram às vezes evidentes, outras sugestivos, e geralmente vergonhosos.

Agora sei que meus conceitos sobre relações foram influenciados fortemente durante minha adolescência pelo estranho.

Repetidas vezes o criticaram, mas ele nunca fez caso aos valores de meus pais, mesmo assim, permaneceu em nosso lar.

Passaram-se mais de cinquenta anos desde que o estranho veio para nossa família. Desde então mudou muito; já não é tão fascinante como era ao principio.
Não obstante, se hoje você pudesse entrar na guarida de meus pais, ainda o encontraria sentado em seu canto, esperando que alguém quisesse escutar suas conversas ou dedicar seu tempo livre a fazer-lhe companhia...

Seu nome?

Nós o chamamos Televisor...

Nota:

Pede-se que este artigo seja lido em cada lar.

Agora tem uma esposa que se chama Computador

e um filho que se chama Celular!

sábado, 24 de março de 2012



Amor não se implora, não se pede, não se espera... Amor se vive, ou não.

Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.

Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para
mostrar ao homem o que é fidelidade.

Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.

As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.

Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.

Água é um santo remédio.

Deus inventou o choro para o homem não explodir.

Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.

Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

Amigos de verdade nunca te abandonam.

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

Há poesia em toda a criação divina.

Deus é o maior poeta de todos os tempos.

A música é a sobremesa da vida.

Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.

De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.

Obrigado, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que
abrem portas para uma vida melhor.

O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado.
E vive a vida mais alegremente...


UMA OTIMA SEMANA A TODOS!


Na paz que só Jesus sabe dar.... !

segunda-feira, 19 de março de 2012

Soneto da separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto
De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama
De repente não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente
Fez-se do amigo próximo, distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente


Autor:  Vinius de Moraes

sexta-feira, 16 de março de 2012

Hoje show do Nx zero

Nx Zero fará show em Joinville-Santa Catarina, no dia 16/03/2012.
  • Show: Nx Zero
  • Cidade: Joinville
  • Data: 16/03/2012
  • Local:
Nx Zero foi formado em 2001 na cidade de São Paulo. Os integrantes são: Leandro Rocha (guitarra e segunda voz), Daniel Weksler (bateria), Conrado Grandino (baixo), Felipe Ricardo (Guitarra) e Diego Ferrero (vocal). Antes a banda possuía o nome de Nx Zero Granada.

Festival Grito Rock acontece hoje em Joinville

Macaco Bong e Medialunas se unem às joinvilenses Sylverdale e Miopa em show do Plug Rock Bar

 
Power Trio Macaco Bong é uma das bandas independentes mais cultuadas do momento
Joinville é a próxima parada do Grito Rock 2012. Um dos maiores festivais integrados da América Latina chega à cidade hoje, no Plug Bar. As bandas que foram selecionadas farão um show especial para celebrar o rock, participando de uma rede que movimentará mais de 200 cidades em 15 países.

O festival integra o Fora do Eixo, plataforma independente de circulação de projetos culturais. Quem coordena as ações por aqui é Hélio de Sousa, integrante da Fevereiro da Silva e conhecido agitador de shows em Joinville. Para a noite, ele ajudou a selecionar quatro bandas para tocar. Duas são de Joinville e as outras duas de fora do estado.
Só não foi acertado ainda qual grupo joinvilense vai abrir o show de hoje, se será a Sylverdale ou a Miopia. Mas uma coisa é certa: a primeira banda entra no palco às 23h em ponto. “O show vai ser pontual, tem que ser rigoroso, sem folgação”, disse Hélio. Para isso, a ideia é de que as duas bandas de Joinville tenham uma hora cada para se apresentar. A gaúcha Medialunas e a mato-grossense Macaco Bong, as grandes atrações da noite, podem ultrapassar esse limite.
Trazer uma banda de fora do estado para fazer um show local pode representar um alto custo quando se fala em hospedagem, alimentação e transporte. Nesse sentido, o Grito Rock veio como uma alternativa viável para bandas independentes que querem fazer circular seus trabalhos pelo maior número de cidades. “Oferecemos alimentação e hospedagem solidária na casa de alguém, além de parte do valor da porta. O transporte estamos dividindo com Itajaí e Florianópolis”, explicou Hélio.
E o festival atraiu muitos interessados. As inscrições para tocar em Joinville puderam ser feitas pela internet até fevereiro e ultrapassam a marca de 120 inscritos. “Teve banda que se inscreveu de Natal, Brasília, Recife...”, cita Hélio. A disponibilidade em viajar de tão longe chega até a assustar. Mas, para isso, ele tem uma explicação: “É muita vontade de tocar”.
A primeira edição do Grito Rock foi em 2002, na cidade de Cuiabá (MT), como alternativa para os roqueiros durante o Carnaval. O projeto cresceu e no ano passado, pela primeira vez, teve edições em todos os estados brasileiros. “Imagina como isso está crescendo. Para as bandas independentes, é um negócio fantástico”, avalia Hélio.

O quê: Grito Rock com apresentações das bandas Sylverdale, Miopia, Medialunas e Macaco Bong
Quando: hoje, a partir das 23h
Onde: Plug Rock Bar, rua Inácio Bastos, 241.
Quanto: R$ 20 (homens) e R$ 15 (mulheres)

Convidados que vêm de longe

Nascido em Cuiabá (MT) em 2004, o Macaco Bong ganhou destaque no cenário da música independente brasileira, com suas influências de world music, fusion e música brasileira. Depois de lançar o disco “Artista Igual Pedreiro” e o EP “Verdão e Verdinho”, o trio formado por Bruno Kayapy (guitarra) Ynaiã Benthroldo (bateria) e Gabriel Murilo (baixo) está em fase de pré-produção do disco “This Is Rolê”, com lançamento previsto para maio. O primeiro trabalho despontou críticas positivas da revista Rolling Stone, sendo eleita como o melhor álbum de 2008.
Se a peculiaridade do Macaco Bong é não ter vocal, a outra atração da noite não usa baixo. Para isso, o gaúcho Medialunas investe nas guitarras distorcidas e na pulsação da bateria. O duo é formado por Andrio Maquenzi (guitarra e voz) e Liege Milk (bateria).

domingo, 11 de março de 2012

Amizade

Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos...

Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre...

Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados...

Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo...

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos...

Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!
Vinícius de Moraes

Poeminha

''Ei! Sorria... Mas não se esconda atrás desse sorriso...
Mostre aquilo que você é, sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva! Tente! A vida não passa de uma tentativa.
Ei! Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome!
Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distancia, e sim, uma aproximação.
Aceite! A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda! Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove.
Ei! Olhe... Olhe a sua volta, quantos amigos...
Você já tornou alguém feliz hoje?
Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei! Não corra. Para que tanta pressa? Corra apenas para dentro de você.
Sonhe! Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite! Espere! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chore! Lute! Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você.
Ei! Ouça... Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Suba... faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo,
Mas não esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei! Descubra! Descubra aquilo que há de bom dentro de você.
Procure acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei! Você... não vá embora.
Eu preciso dizer-lhe que... te adoro, simplesmente porque você existe''.
Charles Chaplin

Partes legais de algumas musicas

Pense num amor.
Pensou?
Agora multiplica
Pense num amor.
Pensou?
Amor pra toda vida


Afinal, do que vale o dinheiro se não compra o amor?
Minha vida virou tédio, um mar de rancor
Eu tô mal sem o seu amor..

Afinal, do que valem noitadas sem te esquecer?
Do que vale um sorriso se eu só sei sofrer?
Do que vale o mundo inteiro se eu não tenho você?


Eu que tive medo de me machucar,
Confesso eu não quis, não queria te amar
Agora eu não sei o que devo fazer..
Você me deixou, não consigo esquecer
!

                                                         Certos detalhes
Conrado e Alexancro


Esqueça o mundo
Apague a luz, escute só a minha voz
Tem certos detalhes que insistem em te fazer desistir de nós
Razão te implora e pede pra você se afastar de mim
Mas tem certos detalhes que fazem o coração falar mais alto sim
Eu te conheço a pouco tempo
Mas pro sentimento, o tempo não passa de uma palavra
A luz do seu olhar me fez sonhar
E se me acompanhar,
Criemos asas
É complicado pra você
Viver a minha vida
Mas se tá disposta eu vou buscar outra saída
Já tentei deixar rolar dizer que tanto faz
Mas certos detalhes fazem
Eu te amar...
É complicado pra você
Viver a minha vida
Mas se tá disposta eu vou buscar outra saída
Já tentei deixar rolar dizer que tanto faz
Mas certos detalhes fazem
Eu te amar demais
Razão te implora e pede pra você se afastar de mim
Mas tem certos detalhes que fazem o coração falar mais alto sim
Eu te conheço a pouco tempo
Mas pro sentimento, o tempo não passa de uma palavra
A luz do seu olhar me fez sonhar
E se me acompanhar,
Criemos asas
É complicado pra você
Viver a minha vida
Mas se tá disposta eu vou buscar outra saída
Já tentei deixar rolar dizer que tanto faz
Mas certos detalhes fazem...
É complicado pra você
Viver a minha vida
Mas se tá disposta eu vou buscar outra saída
Já tentei deixar rolar dizer que tanto faz
Mas certos detalhes fazem
Eu te amar demais

segunda-feira, 5 de março de 2012

FRASES:

O destino une e separa as pessoas,mas nem com toda a sua força faz com que esquecemos daqueles que nos fezeram felizes...


Os seus olhos é o motivo dos meus sonhos...
autora:Sara cardoso de lima.


A guerra é o começo do amor...
autora:Sara cardoso de lima.

A PAIXÃO

  A  paixão é muitas caixas no jardim que  você só pode abrir uma de cada vez ,e cada dia você tem uma nova surpresa...como um frio na barriga,uma troca de olhares e etc...mais um dia de repente, você abre a última caixa e nela tem a última surpresa, que é a saída de um dos dois para outro lugar...


                                                          Autora :Sara Cardoso de Lima